HistóriaLugaresOpinião

GRITO DE LIBERDADE

Esta notícia, se assim se pode chamar, chegou-nos pela voz de um dos nossos seguidores e fala daquilo que um dia viu e não mais o abandonou. Seria injusto não partilhar esta sua visão pelas suas próprias palavras. Por isso, o que se segue, é o texto integral que fez chegar à “A Voz de Paço de Arcos” e que, desde já, agradecemos.

GRITO DE LIBERDADE

SOU LIVRE

SOU LINDA

SOU LOUCA

SOU LUTA

SOU MINHA

Sei deste poema há anos e sempre que por aqui passo, revisito-o, releio-o e medito!

Desta vez, aproveitei a fachada florida e fotografei. Não sendo habitante de Paço d’Arcos, cultivo esta forte poesia, de escrita feminina, tentando imaginar como era esta bela mulher, porque só pode ser bela quem escreve com tanta beleza. Imagino, ou quero que seja, uma boa onda de Abril livre, que por aqui passou, e aqui fixou estes versos na esperança de que um dia alguém parasse, atraído pelo grito de liberdade, seduzido por esta voz poderosa e misteriosa, que me encantou.

Este ano as buganvílias primaram pela grande mancha florida que coroa o poema gritado num muro qualquer, meio escondido, quase a medo, como tivéssemos andado para trás e voltasse o tempo do silêncio e da censura. Terá sido escrito em tempo do 25 de Abril? Não sei. Só sei que desta vez vai ser o local de culto de muitos habitantes de Paço d’Arcos.

Para isso convido “A Voz de Paço d’Arcos” a dar-lhe o tratamento jornalístico que merece.

Viva a Liberdade e a Democracia.

Outubro de 2023

Jorge Sales Golias

Capitão de Abril

Quantas estrelas esse artigo merece?

Classificação média 5 / 5. Votos: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a classificar esse artigo

Como você achou este artigo útil ...

Partilhe-o nas redes sociais

Lamentamos que este artigo não lhe tenha sido útil

Ajude-nos a melhora-lo!

Diga-nos como podemos fazê-lo.

Quer receber as nossas notícias em primeira mão?

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Miguel Teixeira

Mais de 30 anos de experiência no mundo da comunicação, especificamente nas funções de criativo, estratega e redactor publicitário. Vasto percurso por algumas das mais marcantes agências de comunicação nacionais e multinacionais, quer como elemento integrante dos seus departamentos criativos quer como freelancer. Escritor e autor de várias obras literárias, quer na área da narrativa de ficção quer no campo da poesia. Artista na área da colagem com vasta obra realizada, parte da qual já exposta individualmente ou em colectivas.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Usamos cookies para garantir que você obtenha a melhor experiência em nosso site.