Poesia

Saudade

Facebook
Twitter

A Voz Impresso | Série: 3| Nº: 38| Dezembro| 2021| Autoria: João Pedro Vieira Pinto

Saudades da minha infância
Antes de uma espécie de morte
Cinzas do que outrora foi claridade
Saudades do desconhecimento
Infante sabedoria do momento
Todas as cores tinham luz
Saudade das ilusões
Jardins repletos de sombras
Lagos translúcidos lunares
Saudade Saudades
De uma imagem iluminada
Repartida por dezenas de sonhos
Como um mergulho de silêncio
Sobre a mais pura das noites
Uma árvore derramando frutos como límpida
chuva
Água batismal das memórias
Saudades Saudade
Do tempo em que a semente foi probabilidade
Saudade

Quantas estrelas esse artigo merece?

Classificação média 0 / 5. Votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a classificar esse artigo

Como você achou este artigo útil ...

Partilhe-o nas redes sociais

Lamentamos que este artigo não lhe tenha sido.

Ajude-nos a melhora-lo!

Diga-nos como podemos fazê-lo.

close

Quer receber as nossas notícias em primeira mão?

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Mais Por Explorar

Saudade

A Voz Impresso | Série: 3| Nº: 38| Dezembro| 2021| Autoria: João Pedro Vieira Pinto Saudades da minha infância Antes de uma

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.