Poesia

Meditação

Facebook
Twitter

Junto ao mar cor de prata

Faço minha meditação

Nele meu corpo se retracta

E bate o meu coração.

Nas alturas da montanha

De seu piso esverdeado

Sinto vontade tamanha

De meditar no meu fado.

No jardim de muitas cores

Eu afasto meus temores

Trauteando uma canção;

E nas trevas, à noitinha

Viajo em cada estrelinha

Amando em meditação.

4 de agosto de 2022

Mário Matta e Silva

Quantas estrelas esse artigo merece?

Classificação média 0 / 5. Votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a classificar esse artigo

Como você achou este artigo útil ...

Partilhe-o nas redes sociais

Lamentamos que este artigo não lhe tenha sido.

Ajude-nos a melhora-lo!

Diga-nos como podemos fazê-lo.

close

Quer receber as nossas notícias em primeira mão?

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Mais Por Explorar

Meditação

Junto ao mar cor de prata Faço minha meditação Nele meu corpo se retracta E bate o meu coração. Nas alturas da

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.