Poesia

Glória à Ucrânia

Facebook
Twitter
Meu querido Tchekhov vejo lágrimas nos teus olhos
e um novo conto que nasce nas tuas mãos!
Irmãos são para ti os povos
que anseiam pela Paz!
Jamais concordarias que a Rússia matasse
tão cruelmente tão sem razão!
Oleodutos minérios riquezas:
estarão vazias as mãos dos tiranos
quando a justiça eterna lhes fechar os olhos.
Será demasiado tarde…
para tantos soldados não haverá nunca mais a claridade
doutra manhã.
Amanhã o tirano cairá…
Meu querido Tchekhov
uma oração cresce no teu último conto
esse que escreves agora
ouvindo as bombas que caiem misturadas na neve
outrora tão branca agora tão fria!
Meu querido Tchekhov vejo lágrimas nos teus olhos
O conto ainda não terminado!

Graça Patrão / 3 Março 2022

Quantas estrelas esse artigo merece?

Classificação média 4.8 / 5. Votos: 4

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a classificar esse artigo

Como você achou este artigo útil ...

Partilhe-o nas redes sociais

Lamentamos que este artigo não lhe tenha sido.

Ajude-nos a melhora-lo!

Diga-nos como podemos fazê-lo.

close

Quer receber as nossas notícias em primeira mão?

Não enviamos spam! Leia a nossa política de privacidade para mais informações.

Mais Por Explorar

One thought on “Glória à Ucrânia

  • 06/03/2022 at 17:25
    Permalink

    Agradecemos o envio da vossa publicação

    Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.